Habitação social gera 3.317,4 mil euros de receita em 2015

Em 2015 existiam na Região Autónoma da Madeira 5,5 mil fogos de habitação social (-0,7% face a 2012), distribuídos por 1,6 mil edifícios. Cerca de 66,1% dos edifícios possuía apenas 1 alojamento, conduzindo a um rácio de 3,3 fogos por edifício.

Os dados divulgados pela Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) revelam, ainda, que os fogos de habitação social encontravam-se quase exclusivamente (99,2%) ocupados em regime de arrendamento e cerca de 0,7% estavam vagos.

Em 2015, existiam 2 143 fogos de habitação social por 100 mil habitantes (2.104 fogos em 2012).

“O parque de habitação social gerou uma receita de 3.317,4 mil euros, resultante unicamente da cobrança de rendas, já que não ocorreram vendas de fogos, tendo-se registado um decréscimo de 7,6% face a 2012 (-272,8 mil de euros). Por outro lado, registou-se uma despesa de 2.187,1 mil euros (54,3% com obras de conservação e reabilitação e 45,7% com encargos fixos), tendo-se verificado um aumento de 108,8% face a 2012 (+1 139,9 mil euros)”, aponta a DREM.

A renda média mensal praticada no âmbito da habitação social em 2015, independentemente do tipo de contrato, foi 55 euros, tendo diminuído 2 euros face a 2012.

Pin It on Pinterest