Agências e operadores compensam clientes afectados pela greve

As agências de viagens e operadores turísticos decidiram compensar os clientes afectados pela greve dos trabalhadores das empresas de segurança nos aeroportos. A paralisação teve lugar no passado dia 27 de Agosto, em protesto contra as condições de trabalho.

É uma “atitude inédita” do sector do turismo, em que serão compensados os clientes pelos serviços não utilizados, prevendo-se um valor na ordem do meio milhão de euros, entregues através de vales de desconto que poderão ser utilizados no prazo de um ano nas agências onde adquiriram os ditos serviços.

Em comunicado, Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) recorda que “esta contrapartida não é legalmente exigível aos operadores turísticos e às agências de viagem”, mas que perante os “efeitos devastadores” e a “magnitude do problema”, o sector optou por defender os interesses dos viajantes e a própria “credibilidade do sector”.

A gestora aeroportuária ANA informou a 30 de Agosto que todos os 1.195 voos planeados para o dia da greve foram realizados e que “apenas 3% dos passageiros não conseguiram embarcar.”

Pin It on Pinterest