Seleccionador inglês disponibiliza-se para «contornar» a lei

O seleccionador inglês de futebol, Sam Allardyce, foi apanhado a dar conselhos sobre como fintar os regulamentos de transferências de jogadores da Federação Inglesa. Na investigação do jornal «The Telegraph», Allardyce acaba também a predispor-se para se reunir com falsos investidores asiáticos, trabalho pelo qual pede um pagamento de 400 mil libras (cerca de 460 mil euros).

A revelação surge após um encontro do seleccionador inglês com jornalistas da equipa de investigação do «Telegraph», no qual estes se fizeram passar por intermediários de homens de negócios interessados em entrar no mundo das transferências de jogadores. Nas conversas, gravadas através de câmaras ocultas, Sam Allardyce diz que é possível ludibriar a proibição da partilha de passes de jogadores com terceiros (third-party ownership).

Sim, pode-se dar a volta a isso”, respondeu o seleccionador inglês aos falsos investidores sobre a proibição decretada pela Federação Inglesa em 2008 e adoptada pela FIFA em 2015, disponibilizando-se também para viajar até à Ásia e encontrar-se com os alegados investidores para explicar-lhes, a troco de 400 mil libras, como contornar os regulamentos.

Sam Allardyce tem um contrato de três milhões de libras (3,6 milhões de euros) por ano como seleccionador inglês, cuja Federação já disse que vai abrir um inquérito às revelações publicadas pelo «Telegraph».

Pin It on Pinterest