Médicos ganham mais mil euros se forem para o interior

Os médicos que forem trabalhar no interior do país e em zonas onde há falta de especialistas serão incentivados com mais mil euros mensais, avançou o Ministério da Saúde liderado por Adalberto Campos Fernandes. Tomando como referência a remuneração base atribuída a quem inicia a carreira, será feito um acréscimo de 40% no salário mensal, que se traduz em mais 1098,50 euros mensais brutos.

Além desta medida, os clínicos terão direito a mais dois dias de férias no imediato e ganharão mais um dia por cada cinco anos de serviço. O Programa Nacional para a Coesão Territorial também prevê vantagens para o “cônjuge ou pessoa com quem viva em união de facto” que passará à frente no preenchimento do primeiro posto de trabalho, desde que seja para o estabelecimento de saúde e possua qualificações para o cargo.

Este programa foi desenvolvido pela Unidade de Missão para a Valorização do Interior e foi apresentado a semana passada no Conselho de Concertação Territorial.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger