Dia Mundial do Professor assinalado com “constante hostilização da classe docente”

No âmbito das comemorações do Dia Mundial do Professor, a assinalar a 5 de outubro, o Sindicato Democrático dos Professores da Madeira (SDPM), emitiu o seguinte comunicado: “A UNESCO considera que educação transforma as vidas e é o vetor central de construção da paz de combate à pobreza e promove a sustentabilidade e desenvolvimento dos povos. Para a UNESCO os Professores são os elementos centrais na promoção da Educação. Sem os professores, é impossível atingir amqualidade.

No próximo dia 5 de outubro comemora-se o Dia Mundial do Professor. Assinala-se esta data pela 22ªvez desde que em 1994, foi criado este evento – DIA MUNDIAL DO PROFESSOR

Comemora-se este dia num ano em que a classe docente da RAM atravessa dificuldades por via do clima hostil evidenciado pela tutela, como forma de nos dividir e separar da sociedade.

Os professores atentos a tais manobras alertam e condenam o seguinte: Abertura conturbada do ano letivo; Alunos sem aulas e professores por colocar; Aumento da burocracia; Centralização na S.R.E. das competências exclusivas das escolas; Falta de materiais essenciais para o normal funcionamento das aulas (equipamento laboratorial, papel, giz, limpeza e manutenção, etc. …); Atribuição de horas extraordinárias, não pagas, aos docentes colocados em prejuízo da colocação de outros docentes; Fusões com objetivos meramente economicistas e sem consulta dos pais/alunos/autarquias; Novo modelo de concurso falhado. Existência de bolsas fictícias com objetivo de criar insegurança na classe e dividi-la; Tentativa de eliminar os quadros, precarizando o trabalho dos professores; Excesso de propaganda e manipulação de dados.

O SDP/Madeira não compreende nem aceita a constante hostilização da classe docente! Espera-se que a SRE valorizasse as escolas e os professores!”

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger