Finlândia vai dar 800 euros mensais livres de impostos a quem quiser lá viver

A Finlândia pondera dar 800 euros por mês livres de impostos a quem quiser ir lá viver. Ricos e pobres, empregados e desempregados receberão este valor, que substituirá outros subsídios.
A medida ainda está a ser avaliada, mas parece tudo bem encaminhado para ser posta em prática: na Finlândia, cada cidadão poderá vir a receber um cheque de 800 euros da segurança social local, independentemente de ser rico ou pobre, de estar empregado ou não. Esse rendimento, livre de impostos, irá substituir os outros subsídios e será para todos os cidadãos.
O objetivo desta medida é simplificar o sistema de segurança social e encorajar as pessoas a regressar ao mercado de trabalho. Tal como está atualmente a situação na Finlândia, com cerca de 10% da população desempregada, para muitos é mais benéfico ficar desempregado do que aceitar trabalhos temporários e perder os benefícios.

Para outros, a ideia iria, pelo contrário, aumentar o desemprego.

A medida, que tem o apoio do primeiro-ministro Juha Sipilä, está a ser estudada pela segurança social local, a Kela, e a decisão acerca da sua aplicação deverá ser tomada em novembro de 2016. Para começar, daria 550 euros por mês a cada cidadão.
Custaria 46,7 mil milhões de euros por ano.
Cerca de 70% da população é favorável a este rendimento mínimo geral, segundo uma sondagem realizada em setembro pela Kela.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger