RODOESTE em tribunal

O Sindicato Nacional dos Motoristas intentou contra a RODOESTE uma ação judicial que corre termos no Tribunal do Funchal.

Tal ação tem como objetivo a RODOESTE ser condenada a:

«1 – pagar o que deve (à mais de 12 anos) aos seus Motoristas, os Descansos Compensatórios entretanto vencidos entre o período de 1 de Dezembro de 2003 e 31 de Julho de 2012;

2 – repor os Descansos Semanais que foram alterados unilateralmente pela empresa aos seus Motoristas;

3 – elaborar e afixar o mapa de horário de trabalho aos seus Motoristas.

O SNM lamenta ter que se socorrer à via judicial para resolver estas contendas mas essa responsabilidade é pertença da empresa pela facto de esta nunca se ter mostrado disponível para encetar qualquer diálogo com este Sindicato.

O SNM mais lamenta que o STRAMM (que era na altura dos factos o único sindicato que representava estes trabalhadores) não os tenha defendido como seria a sua obrigação, provocando prejuízos irreparáveis a todos os trabalhadores que rescindiram o seu contrato há mais de 1 ano, na medida em que era este o prazo legal que estes trabalhadores tinham para reclamarem os seus créditos e tenha, simultaneamente provocado prejuízos aos restantes (ainda que reparáveis).

O SNM lamenta ainda que o STRAMM tenha causado junto destes trabalhadores uma imagem negativa do movimento sindical.

O SNM não existe para ter este tipo de comportamento e estará sempre ao lado de quem trabalha.

O SNM irá continuar a privilegiar o diálogo mas, caso tal não seja possível, irá a fazer uso de todas as vias legais para defender os interesses e os direitos de quem trabalha».

Pin It on Pinterest