Simpósio sobre os “Desafios da Prematuridade”

O II Simpósio do Dia Mundial da Prematuridade vai decorrer no dia 17 de novembro, entre as 08h30 e as 16h30, na Sala do Senado, piso – 2 do Campus da Penteada.

Organizado pela Escola Superior de Saúde da Universidade da Madeira, em parceria com o Serviço de Saúde da RAM-EPE (SESARAM, E.P.E.), o simpósio pretende reunir profissionais e estudantes da área da saúde e público em geral com o objetivo de abordar os “Desafios da Prematuridade”, proporcionar a partilha do conhecimento, e estimular a reflexão da problemática da prematuridade.

A palavra “prematuro” tem origem no termo latino praematurus, de prae (antes) + maturus (maduro) sendo considerado toda a criança nascida com menos de 37 semanas de gestação. Os bebés prematuros necessitam de cuidados de saúde altamente especializados, interdisciplinares e estruturados favoravelmente ao seu desenvolvimento global e sobrevivência com a melhor qualidade de vida, onde a participação dos pais é fulcral.

O programa do simpósio explana o que está a ser efetuado na Europa, em Portugal e na Região, nomeadamente, ao nível do cuidar e tratar do bebé prematuro, nas diferentes unidades de cuidados neonatais, onde imperam as práticas baseadas na evidência e a procura constante da melhoria da qualidade das intervenções. Contemplará também testemunhos de pais que vivenciaram problemáticas de prematuridade”.

À semelhança de outros países, a ESS-UMa e o SESARAM, E.P.E., juntam-se à iniciativa mundial de “Iluminação Global” cujo slogan é “lançando luz sobre a prematuridade”, iluminando de roxo, o Molhe da Pontinha e outros locais da RAM, simbolizando dar luz a cada bebé prematuro que nasce no nosso país. Assim, convidamos todas as pessoas, sensíveis a esta causa, a comparecerem na cerimónia de homenagem ao prematuro no dia 17 de novembro, no Molhe da Pontinha às 18 horas.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger