Novos gestores da CGD admitem renunciar aos cargos

A equipa de António Domingues na Caixa Geral de Depósitos (CGD) mantém que a lei está a ser respeitada de forma escrupulosa e, segundo o «Jornal de Negócios», alguns gestores admitem mesmo renunciar aos cargos caso sejam obrigados a apresentar a declaração de rendimentos no Tribunal Constitucional.

O prazo para que fosse entregue a declaração de rendimentos e património dos gestores da CGD no Tribunal Constitucional terminou na passada segunda-feira e só os juízes poderão esclarecer se existe obrigatoriedade de o fazer.

O próprio primeiro-ministro, António Costa, já tenha dito que cabe ao Tribunal Constitucional decidir se a administração do banco do Estado tem mesmo de prestar contas.

Pin It on Pinterest