‘Sanjoaninas 2017’ já tem tema

“Muito Nobre, Leal e Sempre Constante Cidade de Angra do Heroísmo” é o tema da edição de 2017 das Sanjoaninas, que terá lugar de 22 de junho a 2 de julho, invocando a gratidão de D. Maria II (filha de D. Pedro IV de Portugal) perante os extraordinários serviços e sacrifícios realizados pelos leais habitantes da Terceira.

A ilha Terceira – Açores, durante a Guerra Civil nacional, foi o único lugar do território português, onde o ideal liberal se alicerçou. Pela sua nobreza, heróica firmeza e constante lealdade, D. Maria II ordenou, por Decreto de 27 de janeiro de 1837 que, de então em diante, esta cidade seria denominada de Cidade de Angra do Heroísmo e que o seu título “Muito Nobre Leal e Sempre Constante Cidade de Angra do Heroísmo” ficasse firmado no brasão que decretou. Pelos mesmos motivos, a rainha atribuiu a insígnia de Grã-Cruz da Antiga e Muito Nobre Ordem da Torre e Espada do Valor, Lealdade e Mérito.

Paralelamente, Angra do Heroísmo foi a primeira cidade do País a ser agraciada com a Ordem da Torre e Espada e a única cidade a ser agraciada por um monarca.

Nesse sentido, o cartaz da edição de 2017 das Sanjoaninas, da autoria de Rúben Quadros Ramos, ilustra Angra não só como uma Capital no Coração do Atlântico, mas sobretudo como a base e alicerce da causa liberal portuguesa que, a partir desta cidade, restaurou o reino português e que, ainda hoje, num dos seus pontos mais altos, expõe o primeiro obelisco edificado em memória de D. Pedro IV.

Pin It on Pinterest