Sem abrigo “descartado” do hospital

Um sem abrigo, conhecido há vários anos na Zona Velha do Funchal dado pelo nome de «Elvis», vive numa habitação na Rua de Santa Maria, na zona do Corpo Santo, em condições de extrema miséria. A habitação encontra-se totalmente destruída e repleta de lixo, não oferecendo condições dignas. O homem sofreu uma queda e teve de ser assistido pelos bombeiros que o transportaram até ao Hospital Dr. Nélio Mendonça.

Os moradores que vivem junto da habitação onde este sem abrigo costuma pernoitar ainda esperavam que ao ser levado para o hospital fosse esta a oportunidade de o homem poder tomar banho, o que segundo consta tem muitos anos que tal não acontece. Mas o resultado não foi o esperado por quem aponta este ser um caso de miséria patente a toda a gente. O sem abrigo foi ao hospital, colocaram-lhe gesso numa perna e segundo apurámos terá sido mandado levar de volta e deixar no local onde o foram buscar, o mais depressa possível. Sendo assim “descartado” do hospital sem deixar rasto de um ser humano que está “consumido” pela miséria e pela sujidade.

Segundo relatos ao «Tribuna» o homem assim que foi deixado no local junto à sua habitação após ter saído do hospital, hoje de manhã, arrancou o gesso e estava com um saco de plástico com gelo na perna que apresenta estar muito inchada e maltratada. Há quem aponte que o mau cheiro denuncia a chegada do homem à distância. Um verdadeiro atentado à Saúde Pública e aos direitos humanos. Cabe agora às entidades competentes atuarem.

Pin It on Pinterest