Direção-Geral do Património Cultural na 24ª Conferência Anual da NEMO

A DGPC representou Portugal na rede europeia de organizações museológicas, a NEMO, entidade que agrega os organismos associativos e governamentais do setor dos museus da Europa.

O Valor Económico dos Museus foi o tema da Conferência deste ano, seguindo uma estratégia de abordar anualmente um dos quatro valores em torno dos quais se desenvolve o trabalho dos museus: os valores sociais, educativos, económicos e patrimoniais.

Com mais de 160 participantes, oriundos de 33 países, a Conferência contou com algumas personalidades das áreas da Economia, da Gestão e dos Museus, conjugando as apresentações reflexivas com as práticas significativas. Especial destaque deve ser dado à intervenção do conferencista convidado, Pier Luigi Sacco, professor de Economia Cultural nas Universidades de Milão e de Harvard, que deu especial ênfase à evolução da Cultura e dos Museus, num paradigma atual que designa de Museus 3.0, em que estas instituições se distinguem como plataformas participativas e criadoras de valor, no campo da inovação, do bem-estar e da coesão social.

Do lado das experiências, foram realçados os exemplos colaborativos dos Museus de Amsterdão e do “Passe-Museus” da região transfronteiriça de Baden-Wüttemberg (Alemanha, Suíça e França) que dá acesso a mais de 300 museus.

A DGPC participou ainda na Assembleia Anual da NEMO, registando com agrado a abertura do estatuto de membro associado a museus portugueses que entendam candidatar-se e beneficiar dos programas desta rede europeia. A pertença da DGPC à NEMO tem dado vários frutos designadamente a participação de técnicos em ações de formação em diferentes países europeus, a inserção de boas práticas nacionais em publicações e a divulgação de atividades.

Pin It on Pinterest