Justiça espanhola pede prisão de Neymar

O Ministério Público de Espanha pede dois anos de prisão para Neymar, num caso de alegada corrupção relacionado com a transferência do jogador de futebol do Santos para o FC Barcelona. A justiça espanhola também quer a condenação de Neymar ao pagamento de uma multa de 10 milhões de euros.

Para além do jogador, o MP pede cinco anos de prisão para o antigo presidente do Barcelona Sandro Rosell e deixou cair as queixas contra Josep Maria Bartomeu, actual presidente do clube catalão. O MP reclama o pagamento de multas de 8,4 e 7 milhões de euros, por parte do FC Barcelona e do Santos, respectivamente.

A acusação pediu também dois anos de prisão para o pai de Neymar e um para a mãe, ambos por corrupção nos negócios do filho.

Na base da investigação está uma queixa apresentada pelo fundo de investimento DIS, que detinha 40% dos direitos de Neymar e que se considera lesado no processo de transferência. A DIS reclamava uma indemnização que podia chegar aos 195 milhões de euros.

Em Junho deste ano, o FC Barcelona pagou 5,5 milhões de euros e chegou a um acordo para evitar um julgamento por fuga ao fisco.

Pin It on Pinterest