Terrorista recebia apoio da Segurança Social em Portugal

Hicham El Hanafi, o refugiado residente em Aveiro que é suspeito de estar a preparar um ataque terrorista em França, recebia um subsídio de 250 euros da Segurança Social que usaria para pagar o alojamento e a alimentação. O marroquino, detido no fim de semana em Marselha, chegou a Portugal com o estatuto de refugiado político.

Portugal serviria apenas como refúgio e ponto de passagem para a Europa, uma vez que Hicham El Hanafi tinha carta de condução e liberdade para circular pelo espaço Schegen.

O jovem marroquino estava na companhia de um amigo afegão quando foi detido. O jornal francês adianta que Hicham seria o responsável pela angariação do dinheiro para comprar armas para o Estado Islâmico.

Em Portugal, desde o Verão de 2015, era vigiado pela Unidade Nacional de Contraterrorismo (UNCT), devido a suspeitas de estar a tentar recrutar muçulmanos para as fileiras jihadistas.

Pin It on Pinterest