Administradores da CGD entregaram de declarações de património no TC

Alguns dos administradores da Caixa Geral de Depósitos (CGD) entregaram hoje declarações de rendimentos e património no Tribunal Constitucional (TC), entre eles o presidente demissionário, António Domingues, um dia depois de ter sido anunciada a sua demissão. O motivo, segundo o Expresso, seria deixar claro que a razão da demissão não foi nem desrespeitar a lei, nem esconder rendimentos e patrimónios.

A recusa da entrega da declaração de rendimentos e património por parte daqueles responsáveis pelo banco público foi motivo de polémica, nas últimas cinco semanas. O apoio do Bloco de Esquerda ao projecto do PSD, aprovado no Parlamento, terá sido a gota de água na relação de desconfiança instalado entre a administração da CGD e o governo.

A equipa de António Domingues já tinha decidido entregar as declarações de rendimentos no Tribunal Constitucional e o executivo, bem como o BE, sabiam dessa intenção. O apoio à iniciativa do PSD que torna essa entrega obrigatória por lei caiu por isso muito mal na administração da Caixa.

Pin It on Pinterest