Presidente da CGD vai receber 30 mil por mês

António Domingues, o novo presidente do conselho de administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD), vai receber um ordenado de 423 mil euros por ano, cerca de 30 mil por mês. A confirmação surgiu esta tarde na Comissão de Orçamento e Finanças, pelo ministro das Finanças Mário Centeno, na sequência de perguntas feitas sobre a recapitalização do banco público e do novo plano de negócio que está a ser implementado na Caixa.

Mário Centeno disse que os vencimentos estão “enquadrados no contexto dos salários do sector”. Enquanto o presidente da CGD receberá 423 mil euros anuais, os vogais executivos receberão 337 mil euros por ano e os vogais não executivos terão um vencimento de 49 mil euros anuais.

Estes salários quase duplicam os salários do anterior presidente da CGD e surgem numa altura em que o sector bancário “está em crise”. O valor das remunerações do presidente do CA da CGD foi criticado por todos os partidos, com excepção do PS, tendo o BE e o PCP recordado que têm projectos para limitar salários dos gestores públicos ao valor actualmente recebido pelo Primeiro Ministro ou pelo Presidente da República.

Pin It on Pinterest