Partido de Merkel quer revogar dupla nacionalidade

A União Democrata-Cristã (CDU), da chanceler alemã Angela Merkel, pretende revogar a concessão da dupla nacionalidade a filhos de imigrantes nascidos no país e reimplantar a obrigatoriedade de escolher uma das nacionalidades. A intenção foi avançada no Congresso do partido, que está a decorrer em Essen, apesar do próprio ministro do Interior, Thomas de Maizière, defender a fórmula vigente.

A Alemanha acolheu 890.000 refugiados em 2015. A “política de portas abertas” fez Merkel perder apoio entre os conservadores, beneficiando o partido populista e xenófobo Alternativa para a Alemanha (AfD).

No seu discurso, Merkel advertiu que as eleições de 2017 vão ser “as mais difíceis” em que participou, considerando que o país está dividido, e pediu aos alemães que “desconfiem das respostas fáceis”.

Pin It on Pinterest