Governo quer duplicar apoio às vítimas de violência doméstica

A Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade afirmou que o Governo quer duplicar as respostas de apoio às vítimas de violência doméstica no interior do País.

Na cerimónia de assinatura de 14 cartas de compromisso com 14 estruturas de atendimento a vítimas de violência doméstica para financiamento de viaturas, na Maia, Catarina Marcelino disse que este é um objetivo do Governo e realçou as «realidades sociais muito complexas».

«Há dificuldades que têm a ver com o interior do País. Para que as equipas se desloquem nos territórios, têm de ter forma de deslocação, porque o interior não tem meios de transporte nem tem acessibilidades como tem o litoral», acrescentou.

Catarina Marcelino referiu que «uma viatura pode fazer toda a diferença», tanta na ida dos técnicos ao local como no transporte de uma vítima para uma situação de recolha de prova, ida ao médico, à GNR ou à PSP.

Os apoios às 14 entidades que assinaram o compromisso representam um total de 210 mil euros. «É uma verba que se conjuga com o dinheiro para o financiamento das respostas», disse, referindo que no futuro «será de cerca de um milhão de euros só para estas respostas de territorialização a vítimas de violência doméstica».

Pin It on Pinterest