VIII Curso de Gestão Civil de Crises arranca em 2017

O Instituto da Defesa Nacional (IDN) vai realizar no ano letivo 2016/2017 a oitava edição do Curso de Gestão Civil de Crises (CGCC). O referido curso tem por finalidade “contribuir para a sensibilização e formação de quadros intermédios e superiores das estruturas do Estado e da sociedade civil, bem como de elementos com potencial para o desempenho de funções relevantes no futuro, habilitando-os a intervir em questões relacionadas com crises em ambientes multilaterais”.

O VIII Curso de Gestão Civil de Crises 2017 desenvolve-se em três módulos, a decorrer nas instalações do IDN em Lisboa e, por videoconferência, no Porto, subordinados aos temas: “A União Europeia e a Gestão Civil de Crises”, de 06 a 10 de março; “As crises e os organismos europeus e os seus interlocutores ”, de 17 a 21 de abril; e “A participação de Portugal e o planeamento de uma operação de gestão de crises no âmbito da União Europeia”, de 22 a 26 de maio. O primeiro e segundo módulo são essencialmente sessões expositivas e de discussão, enquanto o terceiro módulo, para além dos testemunhos da participação portuguesa neste tipo de missões, será de caráter mais prático, assentando na realização de um exercício de aplicação no qual será efetuado, pelos auditores, o planeamento de uma missão de gestão de uma crise internacional no âmbito da União Europeia. Este exercício será desenvolvido de forma presencial nas instalações do IDN, em Lisboa e terá a duração de 3 dias.

Serão realizadas, em datas a definir oportunamente, duas Conferências Internacionais, integradas no curso e abertas ao público em geral, sendo uma de abertura e outra a culminar o exercício de planeamento. Os requisitos de admissão e os critérios de seleção podem ser consultados no Regulamento do Curso.

Para a presente edição do VIII CGCC foram provisionalmente abertas 45 vagas: 25 vagas institucionais e 20 vagas individuais, sendo que estão limitadas a 8 as vagas para auditores que pretendam frequentar o curso no Porto e usufruir de transporte e alojamento providenciado pelo IDN para a realização do exercício. As candidaturas estão abertas no período de 09 de janeiro a 10 de fevereiro.

Para a frequência do Curso é devido o pagamento de propina única. Na presente edição, para os auditores individuais admitidos, foi fixado o valor de 200 euros.

Pin It on Pinterest