Insultos levam à demissão do selecionador da África do Sul

O selecionador da África do Sul, Ephraim Mashaba, foi despedido esta quinta-feira do cargo por insultos ao presidente e director executivo da Federação Sul-Africana de Futebol (SAFA).

“Dada a gravidade dos factos, somos forçados a dizer adeus ao nosso treinador, com efeito imediato”, referiu em comunicado Dennis Mumble, o director-executivo da SAFA.

O episódio entre Mashaba e Mumble aconteceu após o jogo de qualificação para o Mundial de 2018, que terminou com a vitória dos ‘Bafana Bafana’ sobre o Senegal (2-1) e deixou os sul-africanos no segundo lugar do grupo D, em igualdade pontual com o líder Burkina Faso.

Além da troca de insultos entre o dirigente da SAFA e Ephraim Mashaba, o agora ex-selecionador já tinha sido criticado por não apurar a equipa para a Taça das Nações Africanas (CAN) 2017.

Pin It on Pinterest