Mulher encontrada gravemente ferida

A mulher que estava desaparecida desde o início desta semana na zona de Grândola foi encontrada gravemente ferida. O autor do rapto tentou asfixiar a ex-companheira quando se apercebeu de que a polícia lhe estava a entrar em casa, disse o director da Polícia Judiciária de Setúbal à Lusa.

“Fomos nós que lhe tirámos a mulher das mãos quando estava a tentar asfixiá-la com uma fita de plástico. A mulher está mal, foi assistida no local por uma equipa do INEM [Instituto Nacional de Emergência Médica], mas espero que consiga recuperar”, disse Vítor Paiva.

O suspeito estava no interior da habitação, em Azinheira de Barros, no concelho de Grândola, sendo detido às 07:00 de hoje.

O desaparecimento da mulher de 37 anos, residente na zona de Grândola, estava a ser investigado pela Polícia Judiciária de Setúbal, depois de uma participação feita no Destacamento Territorial de Grândola da GNR.

Pin It on Pinterest