Baltazar Dias reinventa Conferências do Casino no Funchal

É mais uma das grandes novidades do Teatro Municipal Baltazar Dias para 2017. Já a partir desta quarta-feira, dia 11 de janeiro, a Câmara Municipal do Funchal, em parceria com o Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, a Cátedra Infante Dom Henrique para Estudos Insulares e a Agência de Promoção de Cultura Atlântica, vai começar a dinamizar as “Conferências do Teatro: Madeira de A a Z”.

As conferências serão um encontro entre investigadores culturais, académicos e comunidade em geral, onde serão abordadas as temáticas contidas no Grande Dicionário Enciclopédico da Madeira, considerado, por muitos, como o Novo Elucidário Madeirense para o século XXI, e vão durar todo o ano de 2017, uma vez por mês, às quartas-feiras. Segundo o Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, “estas conferências englobarão temas associados à História, Cultura e Ciência, passando pela banda desenhada e pela música, pela literatura e pelo teatro, e inspiram-se nas históricas Conferências do Casino, que marcaram a Lisboa do fim do século XIX.”

As Conferências do Casino podem considerar-se um manifesto da Geração de 70, o grupo de jovens escritores e intelectuais, denominados de vanguarda, que trouxeram de Coimbra para Lisboa a disposição boémia e tentaram agitar a sociedade no que diz respeito a questões políticas e mesmo sociais. Este era encabeçado por nomes como Antero de Quental e Eça de Queirós e as Conferências adquiriram o nome por terem tido lugar numa sala alugada do Casino Lisbonense, tendo sido uma série de palestras realizadas ao longo do ano de 1871. A ideia destas tertúlias subsistiu na memória coletiva desde então e será agora reinventada no Funchal. Estarão envolvidos nas conferências, ao longo do ano, 35 investigadores.

O Teatro irá criar, para o efeito, um cartão das conferências, também em tons revivalistas, neste caso, em memória do cartão do Teatro Municipal que existiu em 1907. Paulo Cafôfo conta “tanto com a presença de académicos, como com a curiosidade e o interesse da população em geral”, esperando que “estas Conferências do Teatro se tornem num marco cultural da cidade e que despertem o interesse dos madeirenses para temas históricos, artísticos e científicos importantes, também da Região.” As conferências serão de entrada livre e decorrerão mensalmente às quartas-feiras, pelas 18 horas. Os coordenadores do projeto são Cristina Trindade, Luisa Paolinelli e Fernando Castro.

Pin It on Pinterest