Palestina pede a Trump que não mude embaixada para Jerusalém

O Presidente da Autoridade Nacional da Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, escreveu uma carta a Donald Trump pedindo que o presidente eleito dos EUA não cumpra a promessa de mudar a embaixada do país em Israel de Tel Aviv para Jerusalém.

A decisão, afirma a carta, teria consequências desastrosas para o processo de paz com Israel, para a viabilidade da solução de dois Estados e para a segurança e a estabilidade de toda a região, informou hoje a agência oficial palestina “Wafa”.

Durante a campanha eleitoral, Trump anunciou que mudaria a embaixada do país para Jerusalém, uma decisão que seria interpretada como a aceitação por parte dos Estados Unidos da ocupação israelita da parte palestina da cidade.

Na semana passada, Abbas afirmou que instalar a embaixada norte-americana em Israel seria uma “agressão” porque os EUA estariam “atravessando uma linha vermelha inaceitável”. Vários líderes locais reiteraram que o assunto não terá repercussões apenas na região, mas sim em todo o mundo árabe.

Actualmente, nenhum país tem embaixada em Jerusalém, todas ficam em Tel Aviv ou localidades próximas. Apesar de Israel considerar Jerusalém como capital, a comunidade internacional não aceita a escolha porque rejeita a ocupação e a posterior anexação da parte leste do município.

Pin It on Pinterest