Edward Snowden pode ficar na Rússia

O ex-analista da Agência de Segurança Nacional dos EUA, Edward Snowden, poderá ficar na Rússia por mais dois anos. A autorização de permanência foi anunciada ontem pela porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Maria Zakharova.

O ex-analista informático, de 33 anos, ficou conhecido depois de divulgar a alguns órgãos de comunicação social uma série de documentos que tornaram conhecidos os programas ilegais de vigilância em massa a cidadãos em todo o mundo levados a cabo por agências de serviços secretos.

Snowden vive na Rússia desde 2013 e, segundo o advogado, encontrou trabalho no sector das tecnologias de informação. O seu paradeiro é mantido em segredo, por motivos de segurança.

Michael Morell, ex-subdiretor da CIA, afirmara que o Presidente russo, Vladimir Putin, poderia oferecer a Donald Trump “uma prenda perfeita” por ocasião da sua tomada de posse: a extradição de Edward Snowden.

Pin It on Pinterest