Madeira com 30% de energias renováveis

“A Madeira está apostada em aumentar a sua produção através das energias renováveis. ”Foi esta a mensagem que o Presidente do Governo Regional deixou na inauguração da nova subestação da EEM, nos Prazeres.Neste momento a Região já produz 30% da sua energia através de fontes renováveis, percentagem que aumentará com o forte investimento previsto na hídrica, nomeadamente no Pico da Urze, englobado na Ampliação do Aproveitamento Hidroelétrico da Calheta.

Até 2020, a Madeira prevê introduzir 50% de renováveis na sua produção elétrica, feito considerado por Miguel Albuquerque como “excecional, tendo em conta que somos uma Região insular e ultraperiférica”.Aproveitando a presença do representante da Siemens, o Presidente do Governo lançou o repto para que se possa estabelecer pontes de diálogo para a elaboração de um protocolo de cooperação no âmbito da formação dos jovens madeirenses. “Temos escola, capacidade tecnológica e know-how”, sublinhou Miguel Albuquerque.

A construção da nova Subestação dos Prazeres, edificada no sítio do Lombo da Velha, teve por objetivo a substituição da antiga instalação, localizada no centro da freguesia, que se encontrava em avançado estado de obsolescência.Esta nova infraestrutura, para além de contribuir de forma decisiva para a melhoria da qualidade de serviço no fornecimento de energia elétrica na zona envolvente, que se estende desde as Achadas da Cruz até o Parque Empresarial da Calheta, permitiu reduzir o impacto paisagístico das infraestruturas elétricas nesta freguesia, através da remoção do troço de linha aérea de 30 kV entre o sítio do Lombo da Velha e o centro dos Prazeres, com uma extensão de 1.250 metros.Futuramente, está prevista a construção de uma ligação a 30 kV a partir desta nova subestação até à Central da Ribeira da Janela, que substituirá a linha aérea na zona do Paul da Serra e Fonte do Bispo, com mais de 50 anos.Este projeto constituiu um investimento de 1.564.000,00€.

Pin It on Pinterest