Roman Polanski recusa presidir à cerimónia dos César

Roman Polanski recusou hoje presidir à cerimónia dos prémios César devido à polémica lançada pelas associações feministas contra a sua nomeação.

O advogado do realizador franco-polaco diz que a polémica “entristeceu profundamente Roman Polanski e a sua família”, anunciando que o realizador não iria dar seguimento ao convite para presidir ao equivalente dos óscares do cinema francês.

Associações feministas lançaram a petição, que já tem mais de 60 mil assinaturas, apontando ao realizador a acusação,em 1977, pela violação de uma adolescente de 13 anos na Califórnia.

Pin It on Pinterest