Adidos de Defesa visitam a Marinha

A Marinha recebeu nas suas instalações centrais junto ao Terreiro do Paço, uma representação de 17 adidos de defesa provenientes de 14 países diferentes, nomeadamente, EUA, China, Angola, Rússia, Reino Unido, Moçambique, Alemanha, Brasil, Espanha, Marrocos, Roménia, Argélia, República Checa, e Colômbia.

Esta visita ocorreu no âmbito de um plano anual de atividades que a Marinha promove com os adidos militares acreditados em Portugal.

Durante o evento foram apresentadas aos adidos as missões da Marinha, a sua organização e os recursos existentes. Foi igualmente enunciado o produto operacional da Marinha com especial relevo para as atividades de cariz internacional, quer no âmbito bilateral, como é o caso das reuniões formais entre Estados-Maiores, quer no plano multilateral, através da participação em operações reais ou reuniões e conferências no quadro da OTAN, da União Europeia (EU) ou de inter-agências, onde se destacam as operações de segurança marítima SEA GUARDIAN (OTAN), e de combate aos fluxos de migração irregular, operação SOPHIA (EU), que têm lugar no mediterrâneo.

Foi igualmente realizada uma abordagem aos projectos futuros de renovação da esquadra e de atividades internacionais com potencial interesse para os adidos, tendo sido anunciada a visão de uma Marinha pronta e credível para servir Portugal no mar, com relevância, construindo a Marinha do futuro.

Seguiu-se um período de perguntas e respostas onde o Chefe do Estado-maior da Armada (CEMA) e Autoridade Marítima Nacional (AMN), almirante António Silva Ribeiro teve a oportunidade de mencionar a importância das relações internacionais e do papel dos adidos na coordenação das atividades desenvolvidas entre os países, em geral, e as Marinhas, em particular, em prol da segurança e paz global, com especial relevo para o contributo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) para esse fim.

O almirante António Silva Ribeiro, concluiu a sua intervenção fazendo referência a algumas ideias-chave de gestão do seu mandato como CEMA e AMN.

Pin It on Pinterest