Bastonário dos médicos quer acabar com ‘consultas relâmpago’

O novo bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, quer que sejam definidos tempos mínimos para as consultas, variando consoante um conjunto de critérios e consoante as especialidades. O objectivo é “humanizar” a relação médico-doente e acabar com as ‘consultas relâmpago’.

“Há um grande abuso por parte de algumas unidades de saúde que marcam consultas com vários doentes em tempos simultâneos ou com intervalos muito curtos”, diz Miguel Guimarães, que esta quarta-feira toma posse na Academia das Ciências, em Lisboa.

Pin It on Pinterest