IEM lança formação ‘Processamento, Conservação e Qualidade do Pescado’

A Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais (SRIAS), através do Instituto de Emprego da Madeira (IEM), deu início na passada terça-feira, 7 de fevereiro, à formação ‘Processamento de Pescado, Estiva a Bordo e Conservação e Qualidade do Pescado’ dirigida aos profissionais da pesca de Machico e Caniçal. Trata-se de uma iniciativa formativa integrada no projeto ‘Qualificar para a Estiva’, com enfoque na componente prática, simulando as operações executadas pelos pescadores, com o intuito de sensibilizar e incrementar as boas práticas.

“Há sempre espaço para a aprendizagem e melhoria das boas práticas em qualquer contexto profissional e etapa da vida”, sustentou a Secretária Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, Rubina Leal.

‘Processamento de Pescado, Estiva a Bordo e Conservação e Qualidade do Pescado’ é um de cinco cursos de formação no âmbito do projeto ‘Qualificar para a Estiva’ dirigido aos pescadores e demais profissionais envolvidos na faina do atum em 2016, visando dotar os formandos de conhecimentos e competências, mas também assegurar a detenção da ‘Cédula de Inscrição Marítima’ obrigatória aos profissionais embarcados em operações de estiva.

O projeto envolve aproximadamente 300 pescadores nos cursos de formação ‘Marinheiro Pescador’, ‘Contramestre Pescador’, ‘Segurança Básica’, ‘Motores a Bordo – Gestão Ambiental a Bordo’ e o já referido ‘Processamento de Pescado, Estiva a Bordo e Conservação e Qualidade do Pescado’. O projeto formativo ‘Qualificar para a Estiva’ representa um investimento aproximado de 197 mil euros.

Pin It on Pinterest