Maduro quer CNN fora da Venezuela

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, acusou a CNN de manipular uma denúncia de uma estudante sobre desmaios de crianças por falta de alimentos numa escola e disse ontem que quer o canal televisivo norte-americano “fora da Venezuela”.

“Alguns meios de comunicação, como a CNN, trataram de manipular (essa denúncia), mas não podem manipular, é um assunto nosso, dos venezuelanos. A CNN que não meta o nariz na Venezuela, quero a CNN bem longe de aqui, CNN fora da Venezuela”, disse Nicolás Maduro, durante o programa radiofónico e televisivo “Em Contacto com Maduro”, transmitido a partir de Caracas, por ocasião do dia da juventude.

Há uma semana, num evento transmitido em directo pela televisão estatal, a jovem denunciou que existiam “problemas com a infraestrutura da escola” e que foram alvo de roubo em várias ocasiões.

“Agora não temos um portão (…), também necessitamos de cantina porque temos 450 estudantes que não têm pequeno-almoço, nem almoço no liceu”, denunciou a estudante.

Segundo a imprensa local, após a denúncia, a CNN foi até à escola e falou com várias pessoas que descreveram como a intervenção da jovem tinha gerado melhorias nos serviços e nas instalações.

Pin It on Pinterest