Mais de uma centena de pessoas no “Dar a Ver”

Mais de cem pessoas participaram no último sábado naquela que foi a mais recente atividades realizada no âmbito do “Dar a Ver”, projeto de divulgação cultural da responsabilidade da Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, através da Direção Regional da Cultura.

Desta vez, a atividade foi uma visita guiada aos Engenhos do Norte (Porto da Cruz), a cargo de Lídia Goes Ferreira, diretora do Museu Etnográfico da Madeira, e de Luís Faria um dos proprietários da empresa SóRum Madeira.

A visita teve como objetivo dar a conhecer uma unidade fabril ainda em funcionamento, que é, acima de tudo, um testemunho de um importante ciclo económico da História do nosso arquipélago, o ciclo do açúcar, para os quais encontraram-se diferentes soluções de salvaguarda patrimonial. É esse testemunho “vivo”, recuperado por uma entidade privada, que soube manter a traça original do edifício e preservar o equipamento, que foi dado a conhecer aos mais de cem participantes na atividade, valorizando o papel da iniciativa privada, na salvaguarda do nosso património cultural.

O “Dar a Ver” regressa nos próximos dias 3 e 4 de março, com duas conferências que terão lugar na Casa-Museu Frederico de Freitas. No dia 3, sexta-feira, pelas 18 horas, Victor dos Reis abordará o tema “O ecrã barroco: tetos pintados, máquinas celestiais e a moderna cultura visual” e no dia 4, sábado, pelas 15 horas, Vítor Serrão falará sobre “Pintura Maneirista Portuguesa-Reflexos Insulares”.

Recorde-se que a participação nas atividades deste projeto é gratuita, sendo apenas necessária uma inscrição prévia através do endereço daraver.drc@gmail.com.

Pin It on Pinterest