Cavaco não conseguiu instruir Sócrates

O ex-presidente da República Cavaco Silva afirma no seu livro «Quinta-feira e Outros Dias», apresentado há poucos dias, que o ex-primeiro-ministro José Sócrates pediu à Caixa Geral de Depósitos (CGD) um “avultado montante” para que uma “certa empresa” pudesse concorrer à concessão de uma autoestrada.

“Quando, seguidamente me contou que o Governo tinha pedido à Caixa Geral de Depósitos para que concedesse uma garantia de avultado montante para que uma certa empresa pudesse concorrer à concessão da autoestrada transmontana, percebi que não tinha tido sucesso no meu esforço didáctico sobre a afectação de recursos em tempo de escassez de crédito”, indica o antigo Chefe de Estado.

Pin It on Pinterest