Ministro da Agricultura apresenta linhas estratégicas sobre o PAC

O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, apresentou em Bruxelas um documento onde Portugal expõe as suas linhas de orientação estratégica para o debate sobre o futuro da Política Agrícola Comum (PAC).

Com o Conselho de Ministros da Agricultura da União Europeia reunido para uma primeira ronda de conversações sobre a PAC no período pós-2020, o Governo antecipou a sua posição através deste documento, no qual defende três linhas principais: Manutenção da atividade produtiva em todas as regiões da União Europeia, assegurando a resiliência agrícola, a ocupação e vitalidade das zonas rurais; Desenvolvimento de uma agricultura eficiente e inovadora, capaz de garantir relações equilibradas para os agricultores na cadeia alimentar e de satisfazer as necessidades alimentares e nutricionais dos cidadãos europeus; Preservação dos recursos naturais: solo, água e biodiversidade, das paisagens diversificadas do território europeu, assim como uma resposta concertada para a mitigação e adaptação às alterações climáticas.

Com uma consulta pública sobre a PAC já em curso na União Europeia, o Ministro anunciou que vai criar um órgão de consulta para acompanhar o debate e a evolução das posições dos Estados-Membros nesta matéria.

Pin It on Pinterest