“União Europeia devia parar as negociações de adesão com a Turquia”

O ministro dos Negócios Estrangeiros austríaco, Sebastian Kurz, disse que o referendo turco sobre a reforma constitucional devia levar a União Europeia a parar as negociações de adesão com a Turquia.

“Após o referendo turco, não podemos simplesmente voltar aos assuntos correntes. Deve-se dar mostras de franqueza em relação às relações Turquia/UE”, escreveu o chefe da diplomacia austríaca na rede social Twitter. “Devemos parar as negociações de adesão à UE e trabalhar, em alternativa, para a criação de um acordo de vizinhança com a Turquia.”

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan venceu domingo o referendo por uma curta margem, 51,4%, contestada pela oposição. A reforma constitucional aprovada reforçará consideravelmente os poderes do chefe de Estado.

As negociações de adesão da Turquia à União estão praticamente paradas há anos.

 

Pin It on Pinterest