PS-M não permite que o GR “tente ocultar as falácias no Serviço de Saúde da Madeira”

O PS-M não permite que o Governo Regional tente ocultar as falácias no Serviço de Saúde da Madeira. Em conferência de imprensa, esta manhã, na sede do partido, Carlos Pereira quis saber as razões pelas quais o executivo de Albuquerque, ainda, não tomou as medidas necessárias para garantir a existência de todos os medicamentos para os cuidados dos madeirenses e porto-santenses, alertando que “há casos que se tratam de vida ou de morte”.

Refira-se que o PS-M já tomou algumas medidas, tendo solicitado um pedido de audição parlamentar ao secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, de modo a que este possa explicar todos os aspetos que levaram à rutura de medicamentos. Contudo, Carlos Pereira considerou que esta medida não seria suficiente e, nesse sentido, pediu com urgência uma reunião com a nova administração do SESARAM, uma vez urge saber se da parte da Secretaria Regional das Finanças e da Administração Pública, bem como do departamento financeiro do SESARAM existem, porventura, condicionalismos monetários ou poupanças excessivas que travem o fornecimento de medicamentos, na Farmácia do Hospital.

Por fim, criticou mais uma promessa falhada do Governo Regional no que toca à aquisição de enfermeiros, colocando novamente em causa o Sistema de Saúde, como também o apoio aos doentes. Por isso, apelou ao executivo um maior esforço para fazer face a estes problemas que afligem a população.

Pin It on Pinterest