Le Pen acusada de “alimentar o medo”

O primeiro-ministro francês, Bernard Cazeneuve, acusou hoje a candidata da extrema-direita às presidenciais, Marine Le Pen, de instrumentalizar o atentado de ontem em Paris para “alimentar o medo”.

“Le Pen procura “instrumentalizar para dividir, alimentar o medo e a emoção, sem vergonha e com fins exclusivamente políticos”, disse Cazeneuve numa declaração à imprensa na sede do governo.

A candidata da extrema-direita às presidenciais, cuja primeira volta se realiza no domingo, comentou hoje o ataque de quinta-feira acusando os sucessivos governos de não combaterem eficazmente o terrorismo.

“Desde há dez anos, os governos de direita e de esquerda tudo fizeram para que perdêssemos a guerra contra o terrorismo”, disse Le Pen.

Na quinta-feira à noite, um homem disparou com uma arma automática contra um veículo da polícia na avenida dos Campos Elísios, matando um agente e ferindo outros dois. O atacante, alegadamente um islâmico radicalizado, foi morto no local.

Pin It on Pinterest