Monumento inaugurado para homenagear combatentes por Portugal

Neste domingo, dia 23 de abril, pelas 10 horas, no Porto Moniz, se inaugurará um monumento para homenagear os combatentes por Portugal. Sendo abril, é incontornável não se pensar na revolução dos cravos, que mudou o rumo da história do nosso país. Tendo esta ideia presente, neste mesmo dia de 23 de abril, e a convite do Município, se fará representar cerca de 20 elementos que integravam a coluna que marchou sobre Lisboa, ocupando o Terreiro do Paço, no dia 25 de abril de 1974 e que horas mais tarde cercou o Quartel do Carmo, terminando com a rendição do Presidente do Conselho, Marcelo Caetano. Esta coluna, seria comandada pelo para sempre histórico, Capitão de Abril, Salgueiro Maia!

“Meus senhores, como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos. Ora, nesta noite solene, vamos acabar com o estado a que chegámos! De maneira que, quem quiser vir comigo, vamos para Lisboa e acabamos com isto. Quem for voluntário, sai e forma. Quem não quiser sair, fica aqui!”

Foi este o discurso célebre, do então Capitão Salgueiro Maia, que motivou todos os seus 240 homens, a formaram de imediato à sua frente, para depois seguirem para Lisboa e marcharem sobre a ditadura.

Todos estes homens ariscavam a vida no Terreiro do Paço, mas conseguiram neutralizar, sem disparar um tiro que fosse, um quarteto de blindados M47 (de 47 toneladas cada um) de uma força afeta ao regime, a Cavalaria 7.

Para eles também, será esta homenagem.

 

Pin It on Pinterest