‘Fica na Cidade 2017’ aposta em artistas e gastronomia regional

A edição 2017 do Fica na Cidade vai decorrer, este ano, entre os dias 2 e 14 de maio.

O festival urbano, introduzido pela CMF em 2015, com o intuito de fixar locais e turistas na Baixa da cidade, com concertos espalhados por vários palcos e dinamizando a economia local, terá como grandes novidades deste ano a aposta em artistas madeirenses, com 32 projetos constituídos por 135 músicos regionais, e a fusão com a iniciativa “À Descoberta dos Sabores”, em parceria com a Associação do Comércio e Indústria do Funchal (ACIF-CCIM), conjugando desta forma a componente gastronómica com a cultural, e envolvendo parte substancial dos restaurantes do centro da cidade.

Ao lado de Cristina Pedra, Presidente da ACIF, Paulo Cafôfo considerou que “o Funchal tem caracteristicas únicas no mundo para aproveitar este tipo de festivais de rua, nomeadamente ao nível do clima, da malha urbana e do património edificado” e defendeu que “o Fica já é uma marca por mérito próprio, sendo o primeiro festival de Verão e um evento de grande simbolismo para uma cidade que se quer dinâmica e atrativa, com muita coisa a acontecer.”

Paulo Cafôfo destacou mais uma etapa da parceria com a ACIF, que definiu como “imprescindível, com vista à dinamização económica da cidade a todos os níveis, nomeadamente com o envolvimento dos nossos comerciantes nesta festa, o que consideramos imprescindível”, referindo que “o festival continua a crescer: este ano, serão mais de 100 concertos em 7 palcos diferentes e, além do reforço da aposta em artistas regionais, teremos nomes reconhecidos da música popular nacional, como Olavo Bilac, António Manuel Ribeiro e Joana Machado, e ainda vários estrangeiros.”

Entre os 7 palcos para este ano, contam-se duas novidades: um abaixo da Sé Catedral e outro no exterior do Centro Comercial La Vie Funchal. Mantêm-se outros cinco habituais: Rua da Carreira, Largo do Chafariz, Praça Colombo, Largo do Corpo Santo (Zona Velha da Cidade) e Praça do Carmo. Paulo Cafôfo rematou que “a fusão entre música, gastronomia e performances de rua vai definir o sucesso de mais uma edição.”

Pin It on Pinterest