Governo pede condução defensiva aos emigrantes que regressam de férias

Os Secretários de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e da Administração Interna, Jorge Gomes, apelam aos emigrantes que regressam a Portugal de férias, para «revisitar a terra, a família e os amigos», que façam «uma condução defensiva» caso viajem na estrada, «sem excessos de velocidade e de carga, sem consumo de álcool nem distrações tecnológicas».

«Nunca se esqueçam do cinto de segurança e de fazer os necessários períodos de descanso», refere o Governo em comunicado, alertando para que os emigrantes «circulem com a máxima precaução pelas aldeias, vilas e cidades, de modo a não colocar em perigo os peões e os ciclistas».

O Governo lembra ainda que os portugueses que residem no estrangeiro contam, em território nacional, com «uma cada vez maior rede de Gabinetes de Apoio ao Emigrante», instalados em 133 municípios e freguesias de Portugal continental.

Estes espaços destinam-se aos portugueses emigrados, aqueles que já regressaram ou que irão regressar, bem como os que pretendem iniciar um processo migratório.

Os gabinetes funcionam de forma semelhante à das Lojas do Cidadão, onde os portugueses podem «tratar dos assuntos inerentes à vivência passada de emigrante (segurança social, equivalência de estudos, investimentos, duplas-tributações, entre outros), bem como à intenção de iniciar uma experiência de emigração».

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger