Detenção por crimes de homicídio qualificado na forma tentada, simulação de crime e posse de arma proibida

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, identificou e deteve uma mulher, de 43 anos de idade, por fortes indícios da prática de crimes de homicídio qualificado, na forma tentada, simulação de crime e posse de arma proibida.

A investigação apurou que a presumível autora é casada com a vítima, um homem, de 46 anos, e na sequência de um desentendimento conjugal, veio a agredi-la, quando esta se encontrava a dormir, com um golpe de arma branca, deixando-a gravemente ferida.

Após, tentou ludibriar as autoridades policiais, encenando circunstâncias sugestivas da ocorrência de uma tentativa de homicídio do seu cônjuge, levada supostamente a efeito por terceiros, desconhecidos, que teriam entrado na residência, praticado o crime e abandonado a mesma, sem que tivessem sido observados pelas pessoas que se encontravam no seu interior.

As diligências imediatamente efetuadas pela Polícia Judiciária permitiram a recolha de elementos probatórios que retiraram qualquer credibilidade àquela versão, vindo a ser possível o cabal esclarecimento das circunstâncias ocorridas e do envolvimento da detida na consumação dos crimes.

A vítima encontra-se internada e, apesar da gravidade dos ferimentos, não corre perigo de vida. A detida vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, no qual será sujeita à aplicação das medidas de coação adequadas.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger