Ryanair com novos regras e tarifas para bagagens

A Ryanair anunciou hoje, através de comunicado, novas tarifas para bagagem de porão e aumento do peso permitido. A medida pretende “incentivar mais passageiros a despachar bagagem para o porão, reduzindo o número de clientes com 2 peças de bagagem no embarque”.

“Com o crescente volume de passageiros a usufruir da política de bagagem de cabine da Ryanair, que permite 2 peças de bagagem de mão gratuitas, e com índices de ocupação elevados (97% em Agosto), o espaço nos compartimentos de cabine torna-se insuficiente para este volume de bagagem, o que tem causado atrasos nos voos”, explica a companhia em comunicado.

Assim,  a partir de 1 de novembro, o peso permitido nas bagagens de porão irá aumentar de 15kg para 20kg em todas as malas e o preço base reduzido de 35 para 25 nesta mala de 20kg. Por outro lado, apenas aos passageiros com embarque prioritário (incluindo Plus, Flexi Plus e Family Plus) será permitido levar duas peças de bagagem de mão na cabine, mas terão de pagar cinco euros por este serviço no momento da reserva ou adicionado à mesma posteriormente por seis euros. Todos os outros passageiros (sem embarque prioritário) poderão transportar na cabine uma peça de bagagem de mão pequena, sendo a segunda peça (maior) colocada no porão durante o embarque (gratuitamente).

“Esta alteração à política de bagagens irá custar à Ryanair mais de 50 milhões de euros por ano, devido à redução nas receitas em compra de bagagem de porão. No entanto, acreditamos que, oferecendo bagagem de maior peso a tarifas mais reduzidas, iremos motivar mais clientes a considerar despachar uma mala, o que irá reduzir o volume elevado de passageiros que temos com 2 peças de bagagem de mão no embarque, facto que está a causar atrasos devido ao elevado volume de bagagem que tem que ser colocada no porão na porta de embarque e, inclusivamente, já a bordo”, conclui Kenny Javobs, da Ryanair.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger