Governo quer favorecer projetos que ajudem a reduzir a pegada ecológica

O Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, afirmou que o Governo quer favorecer projetos que ajudem a reduzir a pegada ecológica em Portugal e referiu que os projetos municipais são essenciais para Portugal atingir a neutralidade nas emissões de dióxido de carbono até 2050.

Na abertura do 13.º Congresso Nacional de Engenharia Ambiental, em Lisboa, o Ministro disse que é preciso privilegiar «todos os projetos que tornem mais amena a presença na rua, que tornem possível andar a pé e garantam outros modos de transporte como a bicicleta».

«Temos de, decididamente, produzir energia a partir de fontes limpas e ter padrões de mobilidade completamente distintos, com modos de transporte que não produzam gases que provoquem o agravamento do efeito estufa», acrescentou.

João Pedro Matos Fernandes destacou que Portugal já avançou muito no domínio do abastecimento de águas ou no tratamento de lixo e esgotos mas que ainda há muito a fazer em matéria de mobilidade e transportes.

O Ministro referiu que «o papel das autarquias é fundamental» e que a entrega aos municípios das empresas de transportes reconhece «que quem gere os territórios e a via pública pode ser mais importante na promoção do transporte coletivo».

Pin It on Pinterest