Theresa May defende período de dois anos de transição após Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, defendeu esta sexta-feira, durante um discurso em Florença (Itália), um período de dois anos de transição após a saída do Reino Unido da União Europeia. Segundo ela, durante este período, as relações entre o seu país e o bloco permaneceriam intactas, a fim de assegurar uma saída “tranquila e ordenada”.

“Durante o período de implementação, as pessoas poderão viver e trabalhar no Reino Unido, mas haverá um sistema de registo, uma preparação essencial para o novo regime. A partir de hoje, essas considerações apontam para um período de implementação em torno de dois anos”, disse May, admitindo que o seu país nunca se sentiu totalmente em casa na União Europeia. “Mesmo assim, a nossa determinação em defender a estabilidade, segurança e prosperidade de nossos vizinhos e amigos europeus permanece firme.”

May também afirmou que as negociações para a saída da UE foram muitas vezes difíceis, mas reiterou que tem feito progressos.

“Nós já realizamos três rondas de negociações e, embora às vezes essas negociações tenham sido difíceis, é claro que, graças ao profissionalismo e diligência dos (negociadores) David Davis e Michel Barnier, realizámos avanços concretos em muitas questões importantes”, afirmou a primeira-ministra do Reino Unido.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger