Incêndios já fizeram 31 mortos e dezenas de feridos

Pelo menos 31 mortos e dezenas de feridos já resultaram dos mais de 500 incêndios que deflagraram no domingo, no centro e norte do país, o que levou o Governo da República a decretar o estado de calamidade.
A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, recebeu esta manhã o apoio político do primeiro-ministro, António Costa, e afirmou que não se demitia.

“Para mim seria mais fácil, pessoalmente, ir-me embora e ter as férias que não tive, mas agora não é altura de demissões”, afirmou a ministra aos jornalistas, num “briefing”, na sede da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).

António Costa anunciou que o Governo assinou um despacho de calamidade pública, abrangendo todos os distritos a norte do Tejo, para assegurar a mobilização de mais meios, principalmente a disponibilidade dos bombeiros no combate aos incêndios.

Pin It on Pinterest