Regiões Ultraperiféricas exigem maior compromisso da Comissão Europeia em Política de Coesão pós 2020

Reunidos na Guiana Francesa, os Presidentes das Regiões Ultraperiféricas (RUP) assinaram uma declaração conjunta, manifestando satisfação com o compromisso da Comissão Europeia “em adaptar as políticas da UE à situação das RUP, incluindo uma aproximação “feita à medida” da realidade destas regiões.”

Ainda assim, as 9 regiões ultraperiféricas lamentam que “políticas essenciais ao desenvolvimento das RUP tenham sido omitidas e que outras sejam insuficientemente tratadas.”

“Além das ações definidas para o curto prazo, os principais compromissos necessitam ser explicitados e complementados e, depois, definitivamente integrados no seio das propostas financeiras e legislativas para o pós 2020. É neste quadro, e à luz do Memorando das RUP, que poderá ser definitivamente avaliado o alcance da nova abordagem proactiva da Comissão e confirmada a expectativa dos cidadãos das RUP de que medidas concretas serão, realmente, implementadas”, pode-se ler no texto saído deste encontro de Presidentes das Regiões Ultraperiféricas.

Entre as recomendações, uma nota também para o Parlamento Europeu, que no seu desempenho deve garantir aos cidadãos das RUP a igualdade de direitos.

Por fim, uma palavra para reafirmar o compromisso das RUP com o projeto europeu e os seus valores, em particular a diversidade e a solidariedade.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger