Canábis começou a ser cultivada em Coimbra

A maior plantação portuguesa de canábis para fins terapêuticos começou a ser cultivada em Coimbra, e vai gerar, em breve, 100 mil plantas, revelou o presidente-executivo da empresa canadiana Tilray, Brendan Kennedy, durante o Web Summit.

A Tilray optou por fazer a plantação no Parque Tecnológico de Cantanhede, distrito de Coimbra, e obteve permissão do Governo para avançar com o projecto. Começou a plantar há duas semanas, mas as plantas “ainda são muito pequenas, têm cerca de dez centímetros”, revelou Brendan Kennedy, em declarações à Lusa.

As primeiras plantas serão recolhidas dentro de alguns meses, para posterior exportação para países que já legalizaram o uso da canábis com fins medicinais. A empresa canadiana prevê criar 100 postos de trabalho e produzir 60 toneladas por ano. O destino do produto será todo o mercado europeu, em particular a Alemanha.

As razões apresentadas pelo presidente-executivo da Tilray para a escolha de Portugal são fortes: o clima favorece o desenvolvimento da planta e o país tem profissionais altamente qualificados na área da biotecnologia.

O projecto surge para dar resposta à procura crescente de canábis para fins terapêuticos.

Pin It on Pinterest