Problemáticas globais debatidas na Madeira

A Casa do Povo de Câmara de Lobos, no âmbito do programa Erasmus+, está a promover uma formação intitulada “O futuro que nós queremos”, cujo principal objetivo é desenvolver competências de cidadania global dos participantes, que por sua vez devem atuar como multiplicadores nas organizações e comunidades.

26 participantes, provenientes de 11 países europeus, debatem temas relacionados com as interdependências globais, a justiça social, as mudanças climáticas, o consumismo, o estilo de vida e de desenvolvimento sustentáveis. Do mesmo modo, estimulam a adoção dos valores globais, tais como solidariedade, consciência comunitária, e responsabilidade, implementando o princípio “pensar globalmente, agir localmente”.

Entende-se por cidadão global aquele que compreende a implicação global das suas ações, assume responsabilidade e adota comportamentos e atitudes que visam alcançar impacto positivo no mundo.

A primeira fase desta formação está a decorrer em Machico, sendo que a segunda fase terá lugar em abril do próximo ano, na Roménia.

Pin It on Pinterest