Extradição de cidadão nacional localizado e preso no Brasil

A Polícia Judiciária, através do Gabinete Nacional da Interpol e da Diretoria do Norte, concretizou a remoção do Brasil para Portugal de um cidadão nacional no culminar de processo de extradição ativa desencadeado pelas autoridades judiciárias competentes.

Estava preso em São Paulo/Brasil, desde o mês de setembro do ano passado, por força de mandado de detenção internacional para cumprimento da pena a que foi condenado pelo Tribunal da Comarca do Porto, em 2013.

Os factos delituosos foram praticados em 2002 e 2003, na região do Porto. O ora extraditado, arrogando a falsa qualidade de advogado, locupletou-se com o montante global de € 700.000 pertença de vítimas que envolveu em operações imobiliárias e financeiras simuladas.

O homem, com 45 anos de idade, foi entregue em estabelecimento prisional para cumprimento da restante parte da pena.

Pin It on Pinterest