Futuros profissionais de saúde desconhecem real quantidade de açúcar que as bebidas contêm

O “Estudo sobre a percepção dos estudantes de saúde sobre o teor de açúcar em bebidas comerciais”, realizado pelo Centro de Investigação Interdisciplinar Egas Moniz (CiiEM) da Cooperativa de Ensino Superior Egas Moniz com a colaboração de alunas da Licenciatura em Ciências da Nutrição, concluiu que a quantidade de açúcar em bebidas comerciais percepcionada por estudantes de saúde é superior ao real teor deste ingrediente presente em bebidas refrigerantes.
O estudo analisou a percepção de 193 estudantes de Saúde da Faculdade de Medicina de Lisboa e da Cooperativa de Ensino Superior Egas Moniz, do sexo feminino e masculino, com idades compreendidas entre os 18 e os 52 anos, sobre o teor de açúcar de bebidas comerciais e comparou-a com a real quantidade de açúcar presente nestas bebidas. “Ice teas”, “Águas com sabores e tisanas” e “Bebidas mais vendidas no mercado nacional” foram as categorias analisadas. As mesmas foram submetidas a quantificação do teor de açúcar.
Os resultados revelam que bebidas como Ice tea Lipton, Bebida com gás Coca Cola regular, Ice tea Pingo Doce, Ice tea Chá verde Lipton, Sumo com sabores com gás Sumol, Ice tea Jumbo e Ice tea Continente são percepcionadas como tendo uma quantidade de açúcar significativamente superior à que realmente contém. A título de exemplo, a mediana de teor de açúcar percepcionado na bebida com gás Coca-Cola regular é de 14,0g (g/100ml) e o açúcar real quantificado é de 10,2g (g/100ml). O mesmo acontece no caso de Ice tea Lipton, em que são percepcionados 10g (g/100ml) de açúcar presente, sendo que a real quantidade é de 4,7g (g/100ml).
A percepção inverte-se, por sua vez, quando estão em análise as bebidas Tisanas Pleno, Águas com sabores sem gás Luso e Águas com sabores com gás Pedras. Para estas bebidas, a amostra acredita terem significativamente menos açúcar do que realmente existe na sua composição nutricional: os estudantes consideram que Tisanas Pleno contém 4,0g (g/100ml) quando na realidade o açúcar presente é de 6,2g (g/100ml), assim como no caso das Águas com sabores sem gás Luso que contém 5,9g (g/100ml) e o açúcar percepcionado é de 4,0g (g/100).
Como é possível conhecer a real quantidade de açúcar presente em bebidas comerciais através da leitura da informação nutricional presente nos rótulos, a importância dada a esta análise por parte dos consumidores também foi avaliada. 31% dos indivíduos considera ser muito importante para a sua saúde ler os rótulos das bebidas e 34% acredita ser extremamente importante consultar a quantidade de açúcar descrita nos rótulos.

Quando inquiridos sobre a frequência de consulta da informação nutricional, apenas 16% diz consultar sempre os rótulos das bebidas, sendo que, por outro lado, 11% da amostra nunca consulta a quantidade de açúcar das bebidas no momento da compra.

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest