Festa da Flor adiada para Setembro

O Governo Regional decidiu adiar para setembro próximo a Festa da Flor, programada para o mês de maio. Uma decisão que acontece devido às circunstâncias resultantes da pandemia mundial de Covid-19, e com todo o efeito que tem causado nos mercados emissores e no destino Madeira.

O secretário regional de Turismo e Cultura refere que, no quadro atual, não existem condições para realizar a Festa da Flor em maio pelo que o Governo Regional tomou a decisão de a recalendarizar para o último mês de verão. Eduardo Jesus acentua que a intenção é procurar que referida festa “possa constituir um momento de relançamento do destino Madeira, tanto no mercado nacional como nos mercados internacionais”.

Complementa que se trata de um adiamento inevitável, neste momento, e que “será salvaguardado tudo o que já foi feito até esta altura relativamente à montagem dessa grande festa”. Além disso, Eduardo Jesus sublinha que “vamos, acima de tudo, engrandecê-la no sentido de utilizar a Festa da Flor como uma mensagem de um novo ciclo, de inauguração do restabelecimento das condições para o turismo, e igualmente para uma grande festa que se quer, de envolvimento de toda a população da Madeira”.

Na prática, a próxima edição da Festa da Flor, em setembro, “pretende ser um grande evento que possa restabelecer a confiança, o bem-estar e a alegria às pessoas, quer sejam residentes ou visitantes”, conclui o governante.

A Festa da Flor, além da homenagem às flores, é também um evento cultural, já que, associado ao evento se destaca a tradição, quer através das atuações de grupos folclóricos, quer através da construção dos belos tapetes florais, e ainda através da animação da cidade com concertos musicais e espetáculos de variedades.

Pin It on Pinterest